domingo, abril 26, 2009

Flash

Cortinas de fumo
separam-nos do inédito.

Ouvem-se gritos.


Memorial das gentes
entre loucuras sedentas.

Morrem gritos do tempo.


Chuvas que não molham
águas tortuosas.

Enredo do diabo.


Flash de ninguém
utopia,

de olhos vendados.

1 comentário:

Bruxinhachellot disse...

Tudo isso conectado ao teatro da vida.

Beijos doces de seu sabor preferido com saudades no recheio.