segunda-feira, agosto 02, 2010

Há palavras dentro de ti

Chamo-te rio e as margens trazem a espuma do pensamento. Há um chamamento que nos atrai e as palavras soam como uma música doce.
Chamo-te natureza porque a tua boca é essência e grita com coragem. Chamo-te minha como quem já nada tem para perder e do outro lado, aquele lado inesperado, o silêncio mata-me os encantos sofreados.
Chega o teu olhar primeiro e nele dançam as palavras.
Cada gesto que se segue, quase incorporado na mensagem, desenha esse corpo indelével que marca cada passo, bem cadenciado, e a história ganha vida.
Tu és a palavra que vive no olhar de quem te vê.
A música que toca na memória.
Há palavras dentro de ti que fogem do claustro para dimensionarem a mensagem que surge do nada.
Chamo-te fada, entre harmoniosos olhares, e sento-me na escada que te vejo subir.
Há luz dentro de ti.
E eu oiço-te como meditação.

2 comentários:

Sonhadora disse...

Um texto que é um grito de amor...um chamamento...adorei ler.
Vou voltar mais vezes.

Beijinhos
Sonhadora

Fatima disse...

Há palavras para onde podemos ir, por onde podemos passear, onde podemos morar. Por um tempo que não podemos definir por palavras.

Bjo
Fatima