terça-feira, agosto 11, 2009

No âmago do pensamento

É na paz que adormeço o olhar
nesse manto de sentimentos silenciosos,
apetecidos, e sempre bem guardados

e no sonho, faço a viagem do querer
quero chegar longe – e chego
quero estar perto – e estou

e no olhar dessa paz
que esse corpo desnudo desperta
nasce cada dia,
e em cada dia renasce a noção
da verdadeira razão de ser
que é - saber dar e receber.

1 comentário:

Um Olhar disse...

Achei maravilhoso! Para quem as palavras têm uma força tão grande, este poema revela-se de uma força imensa! Se me permites vou guarda-lo e dedica-lo a quem de palavras fez nascer uma grande Amizade que tento manter dentro do meu coração!

Bjo
Fatima