sábado, setembro 01, 2007

Iraque Em Guerra!

Inferno que ilude
Recebe e dá… a dor
Amanhecer cor de fogo
Querer… sem amor
Uma criança que foge
E brinca de soldado…

Embalados em miras
Miras em movimento

Gente que morre
Um vento sofrido
Ecos de almas a partirem
Rostos de pânico
Rituais de um mundo perdido
Amor atingido… que morre!

2 comentários:

Vanda Paz disse...

Infelizmente é assim... infelizmente...

Manuela Fonseca disse...

"Inferno que ilude"... E que nunca acaba! Faz-te à Vida que a Morte vem certeira!

Beijinhos*