segunda-feira, agosto 11, 2008

Cinco Sentidos


(Foto de: Floriana Barbu)


Os meus olhos choram
por não te verem
por não te terem
sofrem assim.
O teu cheiro
rosa por inteiro
encanta-me
em lençóis de cetim
perfumados
de ti e presos em mim.


Saboreio-te na ausência
num bocado perdido
toco-te além mar.
Oiço-te gritar
oiço o teu pedido
rendido
num marasmo perfeito.
Aqui moram
cinco sentidos que choram
por te ter presa no meu peito.

4 comentários:

G u V i D u disse...

lindíssimo este teu poema!!!
e a imagem q o acompanha, igualemnte...que mt em breve,os teus 5 sentidos cantam a alegria do amor.bjs luz e paz

G u V i D u disse...

lindíssimo este teu poema!!!
e a imagem q o acompanha, igualemnte...que mt em breve,os teus 5 sentidos cantam a alegria do amor.bjs luz e paz

Vera disse...

Ai Paulinho, Paulinho!!!
Este poema está 5 estrelas! Li, reli, reli, reli... e amei sempre!

Mil beijos Poeta
(POETA, POETA e mil vezes POETA)

Som do Silêncio disse...

Olá!

Gostei muito do que li...

Bjs,
Som