quinta-feira, fevereiro 14, 2008

São Valentim


Foto de James Oley


Hoje o dia é a minha cara. Está estampado um sorriso atrevido de quem quer surpreender… Os olhos estão atentos e vestem aquele brilhante que só os amantes conseguem vestir.
O rosto rodeia-se de um terno corado inocente que procura passar quase despercebido aos olhos dos transeuntes das avenidas da nossa aldeia.
Mas é o corpo que guarda a ambição de quer ser assim todo ano e num esforço dos meros mortais entrega-se de uma forma invisível em cada dia que passa. Só hoje o rosto brilha… E ainda assim consegue esconder a parte que resta do corpo!
Se assim quiserem… esta cara será dos namorados sem idade, sem tempo e no perpétuo acontecimento exibirão os seus coloridos sentimentos na magia do espaço em que diariamente voam… hoje o dia é teu, meu e de todos!

3 comentários:

Djinn disse...

Esse é o espírito, a ilimitada capacidade de se dar num amor que se celebra neste dia...um dia dedicado a todos os que amam, os que querem ser amados, e mesmo aos que já amaram e esperam vir um dia a encontrar o verdadeiro amor...

Pedra Filosofal disse...

"...esta cara será dos namorados sem idade..." Sim, porque não há idade certa para namorar ou para estar enamorado. Não há idade nem momento certo. Assim como não devia haver um só dia dedicado ao amor. Deveriam ser todos os dias. Deveriamos, todos os dias do ano, dedicar especial atenção a quem amamos.


Sim, sabes que gostei não sabes? pois.. não é por hábito, é mesmo porque escreves bem.

Um beijo

Stone

Manuela Fonseca disse...

Ontem, foi um dia especial para mim e para a minha cara metade :)

Há sp dias especiais, mas também há sp aquele dia 14 de Fevereiro sem idade para dizer coisas que só o amor entende...

Gostei muito!!
Muito mesmo, Paulo!

Beijinhos
Manuela