quinta-feira, julho 12, 2007

As Palavras




Amo cada palavra que exponho e ali me despeço dela com sentimento, como se não tivesse retorno... como se não voltasse a estar com essa palavra, numa despedida emocionada!

Paulo Afonso

6 comentários:

ci disse...

nunca deixes de amar as tua palavras, porque no dia em que isso acontecer perdes o sentido...

beijos incomuns da ci

[[cleo]] disse...

E as palavras são rainhas
Merecedoras do seu escravo
Que por elas se apaixona
Não esperando mais nada
Apenas que sejam lidas...

Um beijo para ti, poeta!

PoesiaMGD disse...

Bom... afinal, sempre me entendi com o teu blog... acho que andei em outro que nem era teu porque nada tem que ver com este!
Um abraço

Ana disse...

Por vezes queria tb eu poder despedir-me da palavra... Mas não consigo... Não consigo pk a palavra habita dentro de mim... Ou tb eu dentro dela... quem sabe se não habitamos uma na outra...

Deixo beijos espalhados....... na esperança que os sigas___________>

carla granja disse...

OLÁ! Como é dificil as despedidas e eu k o diga pois realizei a minha viagem de sonho e meu coração ficou lá.fui a roma ,veneza e milão . no meu blog tenho 2 poemas dedicados a milão e a toulouse e as fotos tirei-a eu se kiseres dá uma olhada.ainda nao coloquei as de veneza e roma pq nao fiz ainda nenhum poema pra as colocar. o meu blog é todo feito com poemas de minha autoria e têm algumas fotos minhas tmb . se kiseres vai até lá
http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt
bjo
carla granja

Josse disse...

Olá Paulo, toda despedida deixa um gosto amargo não é? Vim visitar o seu cantinho e adorei. Com certeza voltarei mais vezes.
Beijos