terça-feira, julho 01, 2008

fronteira


(Foto de: Jeremy Stein)



vida
animal
nas trevas
do pesadelo

acordar
pode ser
o segredo

que importa.

8 comentários:

Pedra Filosofal disse...

às vezes não apetece mesmo acordar... mas vale sempre a pena!!!

gostei! mesmo!

Rita Carrapato e Fatima Sarnadas disse...

Cada acordar é manchado de segredos que alimentam e dão cor à vida.

E agora em relação ao nosso blog...
obrigada por mais uma visita.

"Se… Eu fosse poesia
deixava aqui esperança e alegria."


"Se..." vou eliminá-lo (se me permite), pois de facto, ficou-me a alegria e a esperança de que a sua presença na vida dos meninos vai fazer germinar qualquer coisa de bonito.

A partilha e a colaboração faz nascer luz em muitos sentidos do crescimento de cada um. Obrigada em meu nome, das colegas e, sobretudo, obrigada em nome dos meninos.

Se para o ano voltar a visitar aquela escola, gostaria de lá estar, se mo permitirem.

Rita Carrapato

Paulo Afonso Ramos disse...

Prof. Rita,
Terei todo o gosto em estar num lugar onde fui tão bem recebido. Com pessoas de grande alegria e muita vida. Sinto-me bem. Terei todo o gosto em estar novamente nesse lugar mágico. Peço-lhe que entre em contacto comigo sff. Obrigado

Anónimo disse...

Acordar, mais que não seja para a realidade!
Gostei! Pequeno mas com muito conteúdo!

Beijinhos

Vera disse...

Acordar, mais que não seja para a realidade!
Gostei! Pequeno mas com muito conteúdo!

Beijinhos

Rosa Maria Anselmo disse...

Olá Paulinho
Poema curto, muito a meu gosto, onde tudo é dito em poucas palavras.
Importa que se acorde as consciências, para que se ultrapasse a fronteira do "animal"
jinhossssss
Rosamaria

Susana B. disse...

Olá Paulo.

Não tem que agradecer a divulgação da sua escrita. É um prazer ler o que escreve e...tudo o que gosto publico no palavras.

Volte mais vezes.

Um abraço.

João Videira Santos disse...

Concerteza que me repito no comentário,mas...curto e incisivo. Exactamente como prefiro. Um abraço.