domingo, novembro 02, 2008

Perfeito

Nasce mais um dia de sol. Os sorrisos são luzes da ribalta que, num marasmo de gente, rolam pelas ruas do olhar. Uma voz grita pelo teu nome… estremece um coração que se perde no meio da multidão.
O teu corpo é acariciado pelos olhares que passam e o meu rosto veste o vermelho dos encantos e tenta passar despercebido. Os teus olhos cruzam-se com os meus, e num silêncio cúmplice conversam entre si, substituindo as palavras que não conseguimos dizer… olhos nos olhos ignoramos o que se passa em redor e transmitimos a dor que temos por vermos este mundo que lentamente perdemos, por sentirmos que cada dia que passa aumenta o desperdício de tempo que também nós esbanjamos…
Olhos tristeza, olhos esperança, umas vezes são os meus e noutras os teus…
Cruzados num espanto que o destino quis e nunca o aceitamos entre os dias que afastamos do nosso saber.
Perfeito é o que sentimos. Perfeito é um sopro do peito um dia voará neste céu azul que no calor do sol desperta e anseia a liberdade.
Um dia tudo acontecerá… seja o que for será!
Perfeito…

5 comentários:

nas asas de um anjo disse...

q lindo!

escreves cada vez melhor...talvez por estares a iniciar um novo ciclo na tua vida, é isso q pressinto da tua escrita.

bjs e boa semana

Gataláxia disse...

Que graça que é você, seus escritos! Parabéns!
Fátima

TRÍPTICO(POEMAS)FERNANDA disse...

Olá Paulo, belíssimo texto... ! Parabéns ! beijinhos,
Fernandinha

Vera disse...

Perfeito!
Perfeita a tua escrita, perfeito o autor, perfeita a tua imaginação... Espero que cuides sempre bem desse dom que tens Paulo, e que soltes tudo cá para fora. Tens tanto para dar :)

Mil beijos

Pedra Filosofal disse...

Um texto... perfeito!!!