domingo, outubro 12, 2008

Vim dizer-te Adeus!

Adeus…
Não há mais amor
nem vontades
não há mais dor
nem verdades…

O tempo mutilou-me
o desejo
na ausência do teu beijo
estropiou-me…

Vim dizer-te adeus!

Levei-te nos braços
como uma princesa doce
só minha, sempre só minha
levei-te.
Vim dizer-te adeus
só a ti
ao teu ouvido.

Sucumbi…

Mas antes,
vim dizer-te adeus!

4 comentários:

Vera disse...

Gosto muito deste poema. Está simples, mas tem uma certa intensidade.
Ah! E adoro quando usas o termo "Princesa"!!!
Nunca digas adeus. Diz só "até já"!

Beijo

nas asas de um anjo disse...

está lindo, dramático e romãntico...adorei!bj

Marta Vasil disse...

Às vezes dizer adeus é o mesmo que dizer até já, outras vezes, dizer até já, é dizer adeus.

Dizer adeus a uma princesa que se levou nos braços deve ser difícil de escrever.

Um abraço

MV

Pedra Filosofal disse...

Dizer adeus não é fácil... nada mesmo. Nem quando o queremos fazer, quando mais quando nos obrigam a tal