quarta-feira, abril 16, 2008

O Cão


(Foto de Scot Steele)


Volto mais alegre. O meu Dick orgulha-me. Ainda não vos tinha apresentado o meu guardador de rebanhos? Pois é… Chama-se Dick. E é um cão muito inteligente e de uma excelente postura atlética, com o calor o seu corpo brilha num destaque inequívoco do seu tom preto luzidio. Já me deu várias provas da sua coragem e da sua amizade. É verdadeiramente impressionante como sem falarmos nos entendemos na perfeição. Ele sabe quando estou melhor ou pior, e numa simples troca de olhares emprega a solidariedade que mais preciso. Sofre comigo. Expande a minha alegria como se fosse a sua e sem que nada peça ele está sempre responsável por todo o rebanho.
Hoje tomei consciência da sua verdadeira importância, por isso, regresso a casa mais alegre. A minha palavra de hoje é para ele. Obrigado Dick!

in “Diário de um Pastor”

2 comentários:

Vera disse...

Um verdadeiro amigo é assim mesmo. Sofre ou alegra-se, numa extensão de nós mesmos!

Beijos ao Pastor e festinhas ao Dick

Pedra Filosofal disse...

cães - os melhores amigos do homem. Pena que nem sempre o mesmo se passe em sentido contrário - que nem sempre os homens tratem bem os seus cães (ou mesmo outros animais).

Obrigado Dick!