segunda-feira, abril 28, 2008

Saudade


(Foto de: Bogdan Gavrus)


Tenho saudade do tempo ido, que o tempo levou, nessa viagem da vida.
Tenho algo, que chamo de saudade, e que guardo no meu íntimo mais paradisíaco.
Tenho como o momento, em que quero parar, o tempo para ficar eternamente junto dele…
Tenho saudade. Tenho tempo. E juntos tão separados existem dentro de mim…
Tenho saudade do que tive e já não posso ter, essa magistral, infância…
Tenho saudade… do meu tempo de menino.
Tenho e não tenho! É esse o sentimento que chamo… Saudade!

4 comentários:

Vera disse...

Saudades do passado, de um presente, e muitas vezes saudades de nós mesmos. E tempo! Tempo para as sentir, para as matar!

Beijo

impulsos disse...

As saudades...
Essa presença constante que nos enche os vazios da vida.
Ter tempo para as sentir e reviver esses tempos que não voltam mais... saudades.

Belo, simples, cristalino!

Um beijo

Vanda Paz disse...

Neste momento da minha vida chego até a ter saudades de um futuro que jamais terei.

Beijo grande

Pedra Filosofal disse...

Saudade.. indefenível. Apenas se sente. Não se explica, não se define