sexta-feira, abril 04, 2008

sou palhaço assumido…


(Foto de: Vezon Thierry)

Querelas levaram-me ao paraíso… e lá senti-me efémero.
Então perguntei ao meu umbigo: - Que procuro eu?
Sem que conheça a resposta – sentíreis-me idiota – O Ser das ideias em prol dos ideais…

No passado fui um palhaço do circo da vida…

2 comentários:

Vera disse...

O problema geral é falar demasiado com o próprio umbigo e olhar demasiado para ele, não se dar, não se entregar, e sentir-se o dono da verdade e da razão...
Pobres Homens! Pobres Palhaços!

Beijo

Pedra Filosofal disse...

Uma reflexão actual.. quantos não procuram apenas querelas como forma de se elevarem na sociedade... da pior maneira!