quarta-feira, abril 30, 2008

Poeta e contadora de estórias encantam alunos

Para comemorar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, a Escola EB 2,3 Aristides de Sousa Mendes, na Póvoa de Santa Iria, organizou uma sessão de leitura que contou com a participação do poeta local Paulo Afonso e com a contadora de estórias Ilda Oliveira. Na presença de diversos alunos do horário nocturno, e com as portas abertas também aos pais e professores, durante cerca de 90 minutos, as várias gerações esqueceram as suas diferenças e deliciaram-se com diversos poemas e contos que cativaram desde cedo a audiência. Foram utilizados diversos meios para não tornar esta acção numa aula ou palestra, por isso, durante a leitura foi utilizada uma banda sonora apropriada e também a componente informática através da projecção de uma apresentação multimédia.
Depois de terminar, Ilda Oliveira, em declarações ao NM, salientou a importância destas iniciativas: “Tenho participado em numerosas iniciativas e é para mim um desafio quando encontro pessoas que pensam que a poesia ou a leitura são uma «seca». Enquanto falo vejo-os com atenção e no fim vêm dar-me os parabéns”, explicou.
Paulo Afonso, que está prestes a lançar o seu segundo livro, elogiou a ideia que os professores tiveram para assinalar aquele dia: “É muito importante aliciar as novas gerações para a leitura e eu tentei a aproximação quando lhes disse que também fui um «grande maluco»”, concluiu.
No final, entre organizadores e participantes, o balanço foi muito positivo e a sensação de dever cumprido ficava patente nas várias conversas entre os alunos e a contadora de estórias.

PS:Foi retirado do site: www.noticiasdamanha.net - (basta clicar no título)
Poeta e contadora de estórias encantam alunos por: António Murteira da Silva (texto e foto)

3 comentários:

Pedra Filosofal disse...

São necessárias mais iniciativas como esta para que os jovens percebam que ler só lhes faz bem.

Rita disse...

Esqueci-me de dizer que ainda não tive tempo de voar por todo o seu blog, mas gostei do que li. Dou-lhe os parabéns e, julgo desde já poder afirmar, que irei ser uma visitante assídua.
Prof Rita

Rita disse...

Apercebi-me agora que houve um problema com o 1.º comentário que lhe deixei, ou melhor, que julgo ter deixado.
Sou professora na escola que virá visitar no próximo dia 9, em Évora, embora não seja a professora da aluna que nos vai permitir tê-lo connosco.
No ano lectivo transacto tive, na minha sala, três vezes, um escritor/poeta, o que foi uma das melhoras experiências profissionais que vivi, sobretudo, relacionadas com a poesia. Neste campo, eu e alunos, desmistificámos receios e passámos a voar nas palavras e com as palavras, passámos a dialogar melhor com as nossas emoções, passámos a entrar muitas vezes na casa da poesia. Sem qualquer dúvida, devemo-lo a esses três dias mágicos que vivemos.
Julgo que a sua vinda poderá ser também uma festa de palavra de muitas cores, sentidos e sabores. Estou, por isso expectante.

Prof. Rita